Redução de estômago

Redução de estômago: Como Funciona, Indicações e Cuidados

Se você chegou até aqui, certamente, é porque tem muito interesse em redução de estômago. 

Mas, antes de buscar esse tratamento, vale entender como ele funciona, para quem é indicado, como o procedimento é realizado e mais. 

Como ajuda para você esclarecer suas dúvidas e, mais do que isso, viver com maior qualidade de vida, juntamos todas as informações mais importantes. 

Continue a leitura e saiba mais sobre a redução de estômago!

O que é a cirurgia de redução de estômago?

A redução de estômago é o procedimento cirúrgico feito para tratar a obesidade, nesse caso, em graus excessivos e com o risco de doenças associadas.

A solução pode ser indicada tanto para homens quanto para mulheres, após uma profunda avaliação de uma equipe médica e, também, com base em exames laboratoriais. 

Conheça os suplementos bariátricos da MundiHealth!

Como funciona o procedimento?

Como o próprio termo adianta, o procedimento realiza a diminuição do estômago somente ou, ainda, a redução combinada a um desvio do trato intestinal. 

Não existe um tipo melhor ou pior de cirurgia, tudo vai depender das necessidades e limitações de cada paciente. 

Quanto custa uma cirurgia de redução de estômago?

Atualmente, é possível fazer a redução de estômago pelo SUS (Sistema Único de Saúde)

Nesse caso, os pacientes devem passar por um longo processo (que envolve desde a primeira consulta até o pós-operatório). 

Além disso, também devem se enquadrar a algumas características específicas, como ter mais de 16 anos, apresentar IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 40 e outros fatores. 

Já para quem pode e pretende pagar pela redução de estômago, vale saber que o custo fica em torno de R$ 20 mil a R$ 40 mil. 

Tudo depende do tipo de técnica utilizada, local e equipe médica escolhidos. Sendo assim, vale a pena fazer uma pesquisa para saber qual é o melhor caso para você. 


Garanta os melhores suplementos bariátricos feitos nos EUA. 

Conheça o que a MundiHealth tem de melhor!

Existe diferença entre cirurgia bariátrica e redução de estômago?

Não, não existe diferença entre cirurgia bariátrica e redução de estômago. 

As duas possuem a mesma finalidade, que é diminuir o volume estomacal. O que tem distinção, na verdade, é o tipo de técnica cirúrgica utilizada. 

Veja algumas das mais comuns: 

  • balão gástrico — é o caso em que os médicos colocam uma espécie de balão no interior do estômago do paciente, para que haja a diminuição da capacidade de receber alimentos e, consequentemente, a perda de peso; 
  • banda gástrica — trata-se de uma cinta colocada em volta do estômago que, também, reduz o espaço do órgão;
  • gastrectomia vertical — o procedimento cirúrgico realiza a retirada de um pedaço do estômago, sendo assim, trata-se de uma solução mais invasiva. 
Em quais casos é indicada uma redução de estômago

Em quais casos é indicada uma redução de estômago?

Agora que você já sabe o que é redução de estômago e como é realizada em muitos casos, vamos explicar para quem esse tipo de procedimento é indicado.  

A cirurgia, então, pode ser indicada para pessoas com obesidade mórbida, ou seja, com IMC acima de 40. 

Ou, ainda, com IMC maior do que 35 e, também, com outras doenças associadas, como: 

  • diabetes
  • depressão; 
  • disfunção erétil; 
  • doenças cardiovasculares;
  • apneia do sono;
  • doenças articulares;
  • refluxo gastroesofágico grave;
  • infertilidade;
  • síndrome dos ovários policísticos;
  • entre outras.

Garanta os melhores suplementos bariátricos feitos nos EUA. 

Conheça o que a MundiHealth tem de melhor!

Quais são os riscos da cirurgia?

Na verdade, qualquer tipo de procedimento cirúrgico — por mais simples que seja — possui riscos de complicações. 

No caso específico da redução de estômago, como o tamanho do órgão é diminuído, há a chance dos alimentos percorrerem o sistema digestivo de forma muito rápida. 

Isso acaba por causar alguns sintomas, por exemplo: enjoos, diarreia e náuseas. 

Por isso que é extremamente importante fazer um pós-operatório supervisionado por médico e nutricionista, para que esses profissionais mostram como é possível reduzir as chances de problemas. 

Como é a preparação para a cirurgia redução de estômago?

Até passar pela bariátrica, o paciente deve percorrer um longo processo. 

Tudo começa com uma consulta médica. Depois, vem a etapa da realização de exames de laboratório. 

Após a equipe médica entender qual a melhor técnica cirúrgica para o paciente, o procedimento pode ser marcado e realizado. Depois da cirurgia, também é fundamental ter o resguardo de médicos e de uma equipe nutricional. 

Aliás, antes e após o procedimento, os pacientes também têm o apoio de psicólogos. 

Quais os cuidados necessários após fazer uma redução de estômago?

É sempre muito importante deixar claro que a obesidade não acaba na cirurgia bariátrica. 

Após o procedimento, os bariátricos precisam seguir uma dieta extremamente restritiva para a adaptação do estômago aos alimentos. 

É por isso que, nos primeiros dias depois da bariátrica, só é permitido ingerir poucos mililitros de alimentos claros. 

Com o passar do tempo, a dieta já vai mudando para líquidos escuros, alimentos pastosos e até chegar à nutrição comum. 

E como a restrição é grande, também é comum que, nessa fase de adaptação, o paciente tenha diminuição da quantidade de vitaminas, sais e minerais em seu organismo. 

É aqui que entram os suplementos para bariátricos, indicados por médicos. 

As suplementações em forma de cápsulas ou pó compensam a falta de ferro, vitamina B12 e cálcio, por exemplo. 

Garanta os melhores suplementos bariátricos feitos nos EUA. 

Conheça o que a MundiHealth tem de melhor!

Quais os cuidados necessários após fazer uma redução de estômago?

Conclusão

Neste conteúdo, vimos que a obesidade em níveis extremos, infelizmente, é algo muito recorrente em homens e mulheres no Brasil. 

Mas isso não quer dizer que o dilema precise persistir. Hoje em dia, a medicina moderna propõe diferentes técnicas para a realização da redução de estômago. 

Se você possui IMC acima de 35 com doenças associadas ou IMC acima de 40 (sem problemas de saúde interligados), é possível verificar a possibilidade de fazer a cirurgia para perder peso. 

Consulte um médico para ter a certeza de que o procedimento desse tipo é o mesmo indicado para o seu caso. 

Independentemente do método utilizado, não deixe de fazer o pós-operatório com cuidados em relação à sua alimentação e, também, com o uso de suplementos para bariátricos!

Comece a viver com mais saúde e qualidade de vida e conte com os suplementos bariátricos da MundiHealth

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Bitnami banner
Bitnami